Serviços

Compartilhar no facebook

Terapia Sacro Craniana

A Terapia Manual e o tratamento da Enxaqueca.

As cefaleias (dores de cabeça) constituem um problema frequente na população em geral. Podem dividir-se em primárias e secundárias. Estas últimas têm relação com problemas relativos ao sistema nervoso, sistema sacrocraniano ou alguma parte do corpo. 

A enxaqueca é um processo crônico da cefaleia, com duração de 4 a 72 horas. Pode apresentar: latejamento, náuseas, vômitos, fotofobia, fonofobia, hipersensibilidade, visão embaçada, irritabilidade, flutuações do humor, ansiedade, depressão (mesmo fora das crises) e lacrimejamento. Um indivíduo não precisa apresentar todos estes sintomas para ter enxaqueca. Normalmente apresenta algum deles, em graus variados.

Apesar de ser de natureza incerta,  credita-se que a causa da enxaqueca seja multifatorial, apresentando caráter hereditário bem definido, podendo ser desencadeada por estresse físico e emocional, determinados alimentos, privação ou excesso de sono e alterações hormonais súbitas. Esses problemas, uma vez corrigidos, aliviam substancialmente as crises e a frequência das enxaquecas.

A melhor forma de prevenir e corrigir o problema são tratamentos que induzam ao relaxamento. A Terapia
Sacrocraniana é uma terapêutica leve e relaxante, criada em 1970, pelo Dr. John Upledger que, através de toques e movimentos suaves e energéticos, identifica e libera restrições e desequilíbrios no sistema craniossacral. Essa liberação dissipa a pressão desnecessária causada ao cérebro e à medula, relaxa e reequilibra o corpo de forma a eliminar tensões que se opõem à livre circulação do líquido cefalorraquidiano (LCR), que se encontra nas meninges e protege todo o sistema nervoso central. Qualquer restrição e aderência que possa existir nessa circulação, criam perturbações no sistema nervoso diminuindo sua capacidade de manter um bom funcionamento. Um desequilíbrio nesse sistema pode ocasionar vários problemas sensoriais, motores ou neurológicos.